Caminos de la fiesta en patrimonio geoeducacional ¿Cómo educar sin enseñar geografía?

  • Christian Dennys Monteiro de OLIVEIRA Universidade Federal do Ceará

Abstract

O estudo metodológico sobre educação patrimonial, a partir dos santuários (naturais e festivos), é aqui apresentado na forma de um livro. O trabalho foi desenvolvido em Andaluzia, durante os anos de 2010 e 2011e reúne as reflexões desenvolvidas em um estágio de pós-doutorado, na Universidade de Sevilha, com apoio financeiro das agências CAPES (no Brasil) e Fundação Carolina (Espanha). Seu objetivo era interpretar a convivência de dois processos de valorização patrimonial, na província de Huelva: o Parque Nacional de Doñana e festa religiosa e peregrina da Virgem do Rocio. Os procedimentos utilizados envolveram: as contribuições da Geografia Humanista de Eric Dardel; a seleção documental e jornalística capaz de debater os problemas do desenvolvimento destes bens culturais em estudo e etnografia de vivência do parque no decorrer da grande festa espanhola. Os resultados permitem a compreensão de um modelo, que relaciona os processos de conservação, inovação e visitação, com apoio teórico dos campos imagéticos e dos vetores simbólicos. Concluiu-se que sua demonstração mais efetiva é a prática educativa do teatro vivo na Geografia: a Encenação.

Author Biography

Christian Dennys Monteiro de OLIVEIRA, Universidade Federal do Ceará
Professor Adjunto do Departamento de Geografia. Pós-Doutor em Turismo e Doutor em Geografia Humana pela USP. Pós Doutor em Geografia Humana pela Universidad de Sevilla (Espanha).
Published
01/01/2013
How to Cite
OLIVEIRA, Christian Dennys Monteiro de. Caminos de la fiesta en patrimonio geoeducacional ¿Cómo educar sin enseñar geografía?. Geosaberes, Fortaleza, v. 3, n. 6, p. 123-238, jan. 2013. ISSN 2178-0463. Available at: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/195>. Date accessed: 03 oct. 2022.
Section
REFLEXÕES PATRIMONIAIS

Keywords

Santuários, Patrimônio, Geografia, Encenação