A retórica da perda e a questão do patrimônio no futebol padrão Fifa: o caso do Maracanã

  • Marcelo Rutowitsch CHIMENTO INPI

Abstract

O objetivo deste trabalho é discutir o futebol como patrimônio cultural, para que se possa definir o que (e como) deve ser objeto de proteção no amplo universo de práticas e lugares que está relacionado ao esporte. O debate torna-se ainda mais importante porque os estádios passaram por relevantes mudanças para que se adaptassem aos padrões determinados a locais que sediam jogos de Copa do Mundo, o que também interfere nas práticas de torcedores. Para exemplificar a situação, recorre-se ao debate observado na imprensa em torno das mudanças realizadas no Maracanã, um dos símbolos do Brasil e do Rio de Janeiro, em particular. Esta análise reflete a urgência do debate proposto num cenário de mudanças.  

Published
03/05/2016
How to Cite
CHIMENTO, Marcelo Rutowitsch. A retórica da perda e a questão do patrimônio no futebol padrão Fifa: o caso do Maracanã. Geosaberes, Fortaleza, v. 7, n. 12, p. 104 - 118, may 2016. ISSN 2178-0463. Available at: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/283>. Date accessed: 06 oct. 2022. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v7i12.283.
Section
ESTUDOS EDUCATIVOS

Keywords

Futebol; Patrimônio Cultural; Maracanã