Análise do clima urbano a partir da segregação socioespacial e socioambiental em presidente prudente, sp, brasil

  • Renata dos Santos CARDOSO UNESP
  • Margarete Cristiane de Costa Trindade AMORIM UNESP

Abstract

A estrutura urbana apresenta grande complexidade em relação ao rural, o que destaca a importância de se conhecer a dinâmica entre os processos atmosféricos e a superfície do espaço urbano, na qual as diferentes estruturas e materiais propiciam alterações no campo térmico da cidade. Como as relações entre o clima e a sociedade dependem das características atmosféricas, do ambiente urbano e da estrutura social existente, esse estudo teve como objetivo analisar como a população está sujeita aos efeitos do clima urbano. Através da carta de temperatura da superfície de Presidente Prudente-SP, buscou-se analisar como os espaços desiguais potencializam os efeitos do clima urbano, sentidos pela população também de forma desigual. Os resultados demonstraram que as anomalias térmicas foram mais visíveis nos bairros caracterizados por média e alta exclusão social, nos quais o calor armazenado nas edificações proporciona condições insalubres que afetam a saúde e a qualidade de vida da população.
How to Cite
CARDOSO, Renata dos Santos; AMORIM, Margarete Cristiane de Costa Trindade. Análise do clima urbano a partir da segregação socioespacial e socioambiental em presidente prudente, sp, brasil. Geosaberes, Fortaleza, v. 6, n. 3, p. 122 - 136, july 2015. ISSN 2178-0463. Available at: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/462>. Date accessed: 27 feb. 2021.

Keywords

Clima urbano, temperatura da superfície, desconforto térmico.