Conflitos e violência no espaço agrário brasileiro de 1985-2013: considerações sobre os conflitos em tempos de seca no nordeste

  • Helaine Saraiva MATOS Universidade Federal do Ceará
  • Francisco Amaro Gomes de ALENCAR Universidade Federal do Ceará

Abstract

Este estudo trata dos conflitos e das formas de violência no espaço agrário brasileiro dos anos de 1985 a 2013 tendo como fonte de dados os Cadernos Conflitos no Campo Brasil publicados pela Comissão Pastoral da Terra (CPT).  A região Nordeste é a primeira no Brasil em números de conflitos, pessoas envolvidas e número de feridos no período analisado. Os conflitos em tempos de seca são o fator que mais difere as ações conflitivas na região se comparada às demais. Em anos como 1987, 1990 e 1993 conflitos em tempos de seca se sobressaíram aos casos de posse e uso da terra. A condição climática associada à carência de políticas públicas contribuiu, durante décadas, para o êxodo de camponeses, o que na maioria das vezes, abriu precedentes para outras formas de conflitos, como a superexploração através do trabalho escravo e infantil. 

How to Cite
MATOS, Helaine Saraiva; ALENCAR, Francisco Amaro Gomes de. Conflitos e violência no espaço agrário brasileiro de 1985-2013: considerações sobre os conflitos em tempos de seca no nordeste. Geosaberes, Fortaleza, v. 6, n. 3, p. 149 - 159, july 2015. ISSN 2178-0463. Available at: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/464>. Date accessed: 27 feb. 2021.

Keywords

Conflitos no campo, Violência, Seca, Nordeste.