A diferença negra e indígena no território: observações acerca de Fortaleza e do Ceará

  • Alex RATTS UFG

Abstract

Este artigo trata da presença diferencial negra e indígena no território que corresponde ao estado do Ceará em dois planos: o simbólico e o territorial. A primeira parte advém de uma observação das marcas espaciais da colonialidade no espaço urbano de cidades brasileiras, com foco em Fortaleza, e a outra trata do quadro de reaparecimento político que vem desde os anos 1990. O trabalho está redigido com base em percursos pela capital e também em estudos bibliográficos interdisciplinares.

Published
03/05/2016
How to Cite
RATTS, Alex. A diferença negra e indígena no território: observações acerca de Fortaleza e do Ceará. Geosaberes, Fortaleza, v. 7, n. 12, p. 03 - 16, may 2016. ISSN 2178-0463. Available at: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/527>. Date accessed: 06 oct. 2022. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v7i12.527.
Section
REFLEXÕES PATRIMONIAIS

Keywords

diferença, território, negro, indígena.