Geography of religion, evangelical faith and space

Abstract

This research seeks, through literature review to identify whether and how the available literature on Religion Geography provides grants to interpret the Gospel spatiality in Brazil, in order to understand the elements that make up the territorial expansion of faith seen in recent decades. Likewise, it seeks to show how the identity reinterpretation, cultural and outreach, elapsed in this medium, prefigure various forms of interpretation of the biblical text which in turn have repercussions on different forms of appropriation  and spatial cognition. It is noticed that the sacredness of the  space conditioned to the presence , perception and consensus of evangelical believers assumes a variable character overcomes materials and locational aspects to fit symbolic and subjective conformation space.

Author Biography

Diego Martins Cruz, Universidade Federal de Minas Gerais

Professor da educação básica em Geografia da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (MG) e Pesquisador do Grupo de Estudos em Ensino e Pesquisa em Geografia (GEPEGEO), Instituto de Geociências (IGC/UFMG)

References

ABUMANSSUR, Edim Sued. As moradas de Deus: Arquitetura de igrejas Protestantes e Pentecostais. São Paulo Editora: Novo Século, 2004.200 p.
AUGÉ, Marc. Não lugares: Introdução a uma antropologia da supermodernidade. Campinas, Papiros,1994. 111p.
BÍBLIA SAGRADA. Tradução: CNBB Conferencia Nacional de Bispos do Brasil. 10ª edição. São Paulo Ed: Canção Nova, 2002. 1563p.
BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. Tradução de Sérgio Miceli et al. São Paulo, Perspectiva, 1987. 361p.
CASSIRER, Ernst. Ensaio Sobre o Homem. São Paulo, Martins Fontes, 2001. 400p.
CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. Artes de fazer. Petropolis,Vozes,1996.352p.
CUNHA, Magali do Nascimento. A explosão gospel: um olhar das ciências humanas sobre o cenário evangélico no Brasil. Rio De Janeiro, Mauad X: Instituto Mysterium, 2007. 231p
DURKHEIM, Émile. As formas elementares da vida religiosa. São Paulo, Martins Fontes, 1996. 609p.
ELIADE, Mircea. O sagrado e o profano: a essência das religiões. Trad. Rogério Fernandes. São Paulo: Martins Fontes, 1992. 109p.
GIL FILHO, Sylvio F. Espacialidades de Conformação Simbólica em Geografia da Religião: um Ensaio Epistemológico. Espaço e Cultura UERJ (RJ) n. 32, p.78-90, Jul./ Dez. de 2012. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/espacoecultura/ Acessado em: 13/05/2015.
GIL FILHO, Sylvio Fausto. Espaço sagrado: estudos em Geografia da religião. Curitiba: Ed. IBPEX, 2008.
GIL FILHO, Sylvio. Geografia da Religião: reconstruções teóricas sob o idealismo critico. In: GIL FILHO, Sylvio F; KOZEL, Salete; SILVA, Josué D.C. (orgs.) Da percepção e cognição à representação: reconstruções teóricas da Geografia cultural e humanista. São Paulo, Ed: Terceira Margem, 2006.
MARIANO, Ricardo. Neopentecostais: sociologia do novo pentecostalismo no Brasil. 3ºed. São Paulo: Loyola, 1999. 246p.
PEREIRA, Clevisson Junior; GIL FILHO, Sylvio Fausto. Geografia Da Religião E Espaço Sagrado: diferenças entre as noções de lócus material e conformação simbólica. Ateliê Geográfico, Goiânia (GO) v. 6, n. 1, abr/2012, p.35-50.
ROSENDAHL, Zeny; CORREA; Roberto Correa.(orgs). Introdução a Geografia Cultural. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2003 224p.
ROSENDHAL, Zeny Espaço e Religião: uma abordagem geográfica. 2 ed. Rio de Janeiro: UERJ, NEPEC, [1996] 2002.
______. Espaço, cultura e religião: dimensões de analise. In: CORREA, Roberto Lobato; ROSENDHAL, Zeny (org). Introdução à Geografia cultural. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.
SANTOS, Alberto Pereira. Introdução à Geografia das religiões. GEOUSP: Espaço e Tempo, São Paulo, nº 11, p.2133,2002.
SYLVESTRE, Josué. Irmão vota em irmão: os evangélicos, a constituinte e a bíblia. Brasilia. Pergaminho,1986
Published
24/04/2018
How to Cite
CRUZ, Diego Martins. Geography of religion, evangelical faith and space. Geosaberes, Fortaleza, v. 9, n. 18, p. 1 - 17, apr. 2018. ISSN 2178-0463. Available at: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/646>. Date accessed: 03 oct. 2022. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v9i18.646.
Section
ARTICLES