Paisagem, fotografia e mapas afetivos: um diálogo entre a geografia cultural e a psicologia ambiental

Resumo

O artigo discute a apreensão da realidade a partir da categoria de análise paisagem, pela perspectiva da geografia cultural e da psicologia ambiental. Para tanto, tomou-se como recorte de estudo o campus do Itaperi, na Universidade Estadual do Ceará (UECE), com o objetivo de conhecer como as relações afetivas são tecidas entre os estudantes e a universidade. Evidenciando como a apreensão da paisagem provoca afetos nos indivíduos e possibilita múltiplas maneiras de expressar a sua experiência sobre os lugares. A metodologia adotada foi a do Instrumento Gerador de Mapas Afetivos (IGMA).O estudo revela os sentimentos que permeiam a vivência cotidiana dos estudantes com a universidade, através das imagens de pertencimento, agradabilidade, insegurança e destruição elucidadas pelos mapas afetivos.

Biografia dos Autores

Silvia Heleny Gomes da Silva, Universidade Federal do Ceará, Brasil

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Zulmira Áurea Cruz Bomfim, Universidade Federal do Ceará, Brasil

Professora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Otávio José Lemos Costa, Universidade Estadual do Ceará, Brasil

Professor do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Referências

BERQUE, Augustin. Paisagem-marca, paisagem-matriz: elementos da problemática para uma geografia cultural. In: CORRÊA, R. e ROSENDAHL, Z. (orgs.). Geografia cultural: uma antologia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012.

BOMFIM, Zulmira Áurea Cruz. Cidade e Afetividade: Estima e Construção dos Mapas Afetivos de Barcelona e São Paulo. Fortaleza: Edições UFC, 2010.

CLAVAL, Paul. A geografia cultural. 3ª ed., Florianópolis: Ed. da UFSC, 2007.

______. A paisagem dos geógrafos. In: CORRÊA, R. e ROSENDAHL, Z. (orgs.). Geografia cultural: uma antologia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012.

CORRÊA, Roberto Lobato; ROSENDAHL, Zeny. A geografia cultural brasileira: uma avaliação preliminar. In: CORRÊA, R. e ROSENDAHL, Z. (orgs.). Geografia cultural: uma antologia. Rio de Janeiro: UERJ, 2012.

COSGROVE, Denis. A geografia está em toda parte: cultura e simbolismo nas paisagens humanas. In: CORRÊA, R. e ROSENDAHL, Z. (orgs.). Geografia cultural: uma antologia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012.
COSTA, Otavio José Lemos. Memória e Paisagem: em busca do simbólico dos lugares. Espaço e Cultura, UERJ, RJ, n. 15, p. 33-40, Jan./Jun. de 2003.

DUNCAN, James S. O supraorgânico na geografia cultural americana. In: CORRÊA, R. e ROSENDAHL, Z. (orgs.). Introdução à Geografia Cultural. Rio de Janeiro: Bertrand, 2003.

______. Após a guerra civil: reconstruindo a geografia cultural como heterotopia. In: CORRÊA, R. e ROSENDAHL, Z. (orgs.). Geografia cultural: uma antologia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012.

GOMES, Paulo Cesar da Costa. O lugar do olhar: elementos para a geografia da visibilidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2013.

HOLZER, Werther. O lugar na geografia humanista. Revista Território, Rio de Janeiro, ano 4, n. 7, p. 67-78, jul./dez. 1999.

MANDAROLA JÚNIOR, Eduardo; HOLZER, Werther; OLIVEIRA, Lívia de. (Orgs). Qual o espaço do lugar? geografia, epistemologia, fenomenologia. São Paulo: Perspectiva, 2012.
MEINING, Donald W. O olho que observa: dez versões da mesma cena. Espaço e Cultura, UERJ, RJ, n. 16, p. 35-46, Jul./Dez. de 2003.

MOSER, Gabril. Psicologia ambiental. Estudos de psicologia, Natal, v.3, n.1, p.121-130, enero-junio, 1998.

SAUER, Carl O. A morfologia da paisagem. In: CORRÊA, R. e ROSENDAHL, Z. (orgs.). Geografia cultural: uma antologia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012.

TUAN, Yi-Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. Londrina: Eduel, 2013.

______. Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. Londrina, PR: Eduel, 2012.

VYGOTSKY, L. S. Psicologia Pedagógica. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
Publicado
01/05/2019
Como Citar
SILVA, Silvia Heleny Gomes da; BOMFIM, Zulmira Áurea Cruz; COSTA, Otávio José Lemos. Paisagem, fotografia e mapas afetivos: um diálogo entre a geografia cultural e a psicologia ambiental. Geosaberes, Fortaleza, v. 10, n. 21, p. 1 - 22, maio 2019. ISSN 2178-0463. Disponível em: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/696>. Acesso em: 20 out. 2019. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v10i21.696.
Seção
ARTIGOS