Comparative analysis of ecosystems services of green areas of the Natal city, Rio Grande do Norte

Abstract

The theme of preservation of the environment has had a particularly strong repercussion when it comes to its usefulness to society. This article presents the types of ecosystem services in the green areas of the municipality of Natal, specifically performed by the Natal Dunes Park and the Dom Nivaldo Monte Municipal Natural Park, identifying each type of ecosystem service offered in the area and highlighting the relevance to the citizens. The qualitative methodology is based on the review of scientific literature, field work and interpretation of the data collected. The results show that the two parks studied offer several types of ecosystem services that are configured as benefits for residents and visitors. It is concluded that such benefits should be disseminated in various ways and incorporated into school practices.

Author Biographies

Beatriz Castro Faria, Federal Institute of Education, Science and Technology of Rio Grande do Norte, Brazil

Técnica em Controle Ambiente pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN).

Mayla Agnes Vicente Pereira, Federal Institute of Education, Science and Technology of Rio Grande do Norte, Brazil

Técnica em Controle Ambiente pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN).

João Correia Saraiva Júnior, Federal Institute of Education, Science and Technology of Rio Grande do Norte, Brazil

Mestre em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN).

References

ANDRADE, Daniel Caixeta; ROMEIRO, Ademar Ribeiro. Capital Natural, serviços ecossistêmicos e sua importância para o sistema econômico e o bem-estar humano. 2009. 1-44 p. Economia UNICAMP, SP, 2009.

AZAMBUJA ELALI, Gleice. Imagem sócio-ambiental de áreas urbanas: um estudo na Ribeira, Natal-RN-Brasil. Psicol. Am. Lat.,  México ,  n. 10, jul.  2007 .   Disponível em . acessos em  04  fev.  2019.

BARGOS, Danúbia Caborusso. Áreas verdes urbanas: um estudo de revisão e proposta conceitual. 2010. 16 p. Artigo (Mestrado em Geografia)- UNICAMP, São Paulo, 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 dez. 2017.

BRASIL. Lei n. 16176, de 09 de abr. de 1996. Estabelece a Lei de Uso e Ocupação do Solo da Cidade do Recife. Uso e ocupação do solo. Recife, p. 3-3, abr. 1996. Disponível em: . Acesso em: 15 dez. 2017

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente, Conselho Nacional de Meio Ambiente, CONAMA. Resolução CONAMA nº 369/2006, de 29 de Março de 2006.- In: Resoluções, 2006. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2017

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Plano Manejo. Resolução CONAMA nº 001, de 23 de janeiro de 1986. http://www.cprh.pe.gov.br/ARQUIVOS_ANEXO/resolu%C3%A7%C3%A3o%20conama%200186;1505;20100818.pdf. Acesso em 20 de dez. 2018.

COPQUE, Augusto Cesar et al. Expansão urbana e redução de áreas verdes na localidade do Cabula VI . [2011?]. 8 f. Dissertação de Mestrado em Engenharia)- UFBA, Bahia, 2011. Disponível em: . Acesso em: 03 fev. 2019.

FURTADO, Edna Maria. A "onda" do turismo na cidade do sol. 2005. 302 f. Tese (Doutorado) - Curso de Ciências Sociais, Ciências Sociais, UFRN, Natal, 2005. Disponível em: . Acesso em: 04 outubro de 2018.

GUZZO, P. Estudo dos espaços livres de uso publico da cidade de Ribeirão Preto/SP, com detalhamento da cobertura vegetal e áreas verdes de dois setores urbanos. Dissertação (Mestrado em Geociências e Meio Ambiente), UNESP – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 1999, 125p.

LIMA, Valéria ; AMORIM, Margarete. A importância das áreas verdes para a qualidade ambiental das cidades. 2006. 1-14 p. Artigo (Geografia)- UNESP, São Paulo, 2006. Disponível em: . Acesso em: 08 mar. 2018.

MAZZEI, Kátia; COLESANTI, Marlene; SANTOS, Douglas. Áreas verdes urbanas, espaços livres para lazer. 2007. 10 p. Instituto de Geografia-UFU, Uberlândia, 2007. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2018.

NATAL, Prefeitura Municipal do. Plano Diretor. SEMURB, 2007. Disponível em:
Acesso em 28 de novembro de 2018.
NATAL. Lei n. 5.915, de 07 de abr. de 2009. Adoção de Áreas Verdes Públicas no Município do Natal. Adoção de Áreas Verdes. RN, p. 1-3, abr. 2009. Disponível em: . Acesso em: 06 maio 2018.

RAMALHO, Maria de Jesus; LOURENÇO, Clécio de Carvalho; MEDEIROS, Luis da Costa. Efeitos da Dinâmica Eólica no Ambiente de Dunas em Natal/RN. 2013. 31-44 f. Geografia UFRN, Natal, RN, 2013. Disponível em: . Acesso em: 25 jun. 2018.

SANCHEZ, Luis Enrique. Avaliação de Impacto Ambiental. São Paulo: Oficina de Textos, 2008. 1-584 p.

SÃO PAULO. Lei n. 16.050, de 31 de jul. de 2014. Política de Desenvolvimento Urbano e o Plano Diretor Estratégico do Município de São Paulo. Plano Diretor Estratégico . SP, p. 156-160, jul. 2014. Disponível em: . Acesso em: 06 maio 2018.

SILVA, Matheus Lisboa Nobre; NASCIMENTO, Marcos Antonio Leite. Os Valores da Geodiversidade de Acordo com os Serviços Ecossistêmicos Sensu Murray Gray Aplicados a Estudos In Situ na Cidade do Natal (RN). [S.l.: s.n.], 2016. 354 p. Disponível em: . Acesso em: 03 fev. 2018.

VALLEJO, Luiz Renato. Unidades de Conservação. 2002. 1-22 p. Artigo Cientifico (Doutorado em Geografia) - UFF, RJ, 2002. 4. Disponível em: . Acesso em: 25 jun. 2018.
Published
01/05/2019
How to Cite
FARIA, Beatriz Castro; PEREIRA, Mayla Agnes Vicente; SARAIVA JÚNIOR, João Correia. Comparative analysis of ecosystems services of green areas of the Natal city, Rio Grande do Norte. Geosaberes, Fortaleza, v. 10, n. 21, p. 1 - 18, may 2019. ISSN 2178-0463. Available at: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/730>. Date accessed: 06 aug. 2020. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v10i21.730.