COFFEE PRODUCTION IN THE SOUTH OF MINAS PLANNING REGION AND IN NEPOMUCENO, MINAS GERAIS

Abstract

Coffee production is one of the main economic activities in southern Minas Gerais. Several aspects favored its dissemination in the the south-Minas Gerais municipalities, including in Nepomuceno. The article discusses the recent situation of coffee growing in Nepomuceno and in the planning region of Southern Minas, in which the municipality is located. Bibliographic research, document analysis, fieldwork and semi-structured interviews were the methodological procedures adopted. The majority of local and regional coffee growers from sell their production to agricultural Cooperatives. Furthermore, temporary work during coffee harvesting is common in the south of Minas and in Nepomuceno. Although the cultivation of specialty and/or organic coffees has grown in recent years in Brazilian territory and in some southern Minas Gerais municipalities, its production is still incipient in Nepomuceno.


 

Author Biography

Lucas Guedes Vilas Boas, Federal Center for Technological Education of Minas Gerais (CEFET-MG), Brazil

PhD in Geography from the Federal University of Minas Gerais (UFMG). Adjunct Professor at the Federal Center for Technological Education of Minas Gerais (CEFET-MG), Brazil.

References

ALTIERI, Miguel. The Myth of Coexistence: Why Transgenic Crops Are Not Compatible With Agroecologically Based Systems of Production. Bulletin of Science, Technology & Society, v. 25, n. 04, p. 361-371, 2005.

ASSOCIAÇÃO FLOR DE CAFÉ. Entrevistas Realizadas com os Representantes da Associação Flor de Café nos Meses de Julho de 2017 e Maio de 2018. Nepomuceno: Associação Flor de Café, 2018.

BARONE, Marcela. Circuito Espacial Produtivo e Círculos de Cooperação dos Cafés Especiais: Possibilidades e Limites do Salto de Escala das Cooperativas de Café do Sul de Minas Gerais. In: XII ENCONTRO NACIONAL DA ANPEGE, XII., 2017, Porto Alegre. Anais eletrônicos... Porto Alegre: ANPEGE, 2017. p. 13970-13982.

BRASIL. Lei n. 10.831, de 23 de dezembro de 2003. Dispõe sobre a agricultura orgânica e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial da União. 2003. Disponível em: . Acesso em: 17 nov. 2019.

BROGGIO, Céline; DROULERS, Martine; GRANDJEAN, Pernette. A Dinâmica Territorial da Cafeicultura Brasileira – Dois Sistemas de Produção em Minas Gerais. Revista TERRITÓRIO, Rio de Janeiro, v. 04, n. 06, p. 73-91, 1999.

CARVALHO, Ewerton Teixeira. Fluidez Territorial e Logística da Produção Cafeeira no Sul de Minas. 2013. 90 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2013.

CONSELHO DOS EXPORTADORES DE CAFÉ DO BRASIL. Relatório de Exportações – 2018. São Paulo: CECAFÉ, 2019.

COELHO, Antonio José Ernesto. Sul de Minas – Excelência em Café. Varginha: Edições Alba, 2012.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. Séries Históricas - Safras 2012-2016 - Café Arábica. Brasília: CONAB, 2018.

COULIS, Jonathan. E. Rooted in Coffee – Deregulation, Economic Crisis and Restructuring Power in the Brazilian Coffee Sector: How Small-Scale Coffee Producers Responded to the Coffee Crisis in Sul de Minas. 2011. 140 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade de Guelph, Ontario, 2011.

DESMARAIS, Annete Aurélie. A Via Campesina – A Globalização e o Poder do Campesinato. Tradução: Carlos Alberto Silveira Netto Soares. São Paulo: Cultura Acadêmica/Expressão Popular, 2013.

FREDERICO, Samuel. Expansão da fronteira agrícola moderna e consolidação da cafeicultura científica globalizada no Oeste da Bahia. Boletim Campineiro de Geografia, Campinas, v. 02, n. 02, p. 279-302, 2012.

______. Lógica das commodities, finanças e cafeicultura. Boletim Campineiro de Geografia, Campinas, v. 03, n. 01, p. 97-116, 2013.

______. Globalização, competitividade e regionalização: a cafeicultura científica globalizada no território brasileiro. GeoUSP – Espaço e Tempo, São Paulo, v. 18, n. 01, p. 55-70, 2014a.

______. Circuito Espacial Produtivo do Café e o Jogo de Escalas. Mercator, Fortaleza, v. 13, n. 01, p. 37-48, 2014b.

______. Território e cafeicultura no Brasil: uma proposta de periodização. GeoUSP – Espaço e Tempo, São Paulo, v. 21, n. 01, p. 73-101, 2017.

GIOVANINI, Rafael Rangel. Regiões em Movimento – Um Olhar sobre a Geografia Histórica do Sul de Minas e da Zona da Mata Mineira (1808-1897). 2006. 204 f.
Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2006.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico de 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

______. A Geografia do Café. Rio de Janeiro: IBGE/Coordenação de Geografia, 2016.

______. Dados Preliminares do Censo Agropecuário de 2017. Rio de Janeiro: IBGE, 2018.

KAUTSKY, Karl. A Questão Agrária. 3. ed. São Paulo: Proposta Editorial, 1980.

LÊNIN, Vladimir Ilich. El Desarollo del Capitalismo en Rusia. 2. ed. Madri: Akal Editor, 1977.

LEVIDOW, Les. European transitions towards a corporate-environmental food regime: agroecological incorporation or contestation? Journal of Rural Studies, v. 40, p.76–89, 2015.

LIEBHARDT, Marcelo Ernesto. O Sistema Cooperativo Agrícola Brasileiro: Comercialização, Integração Vertical e Crédito. Brasília: Comissão de Financiamento da Produção, 1982.

MARTINS, Marcos Lobato. A Marcha do Café no Sul de Minas, Décadas de 1880-1920: Alfenas, Guaxupé, Machado e Três Pontas. Revista Territórios & Fronteiras, Cuiabá, v. 07, n. 01, p. 287- 320, 2014.

MARX, Karl. O Capital (Crítica da Economia Política) – Livro 3 - O Processo Global de Produção Capitalista. Volume VI. Tradução: Moacyr Félix. 3. ed. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 1983. p. 705-1079.

MAZZOLENI, Eduardo Mello. ; NOGUEIRA, Jorge Madeira. Agricultura orgânica: características básicas de seu produtor. Revista de Economia e Sociologia Rural, Rio de Janeiro, v. 44, n. 02, p. 263-293, 2006.

MERGULHÃO, Amanda Duarte. Os Fluxos, as Relações e os Agentes Envolvidos na Produção e Comercialização do Café Produzido Atualmente no Brasil. Revista da Anpege, v. 13, n. 22, p. 57-85, 2017.

NAÇÃO BRASILEIRA. Nepomuceno. Rio de Janeiro, Ano III, n. 19, mar. 1925, p. 01-50.

NASCIMENTO, Daniela Viegas da Costa. ; SILVA, Jaqueline Araújo. ; PINTO, Marcelo de Rezende. ; MESQUITA, Maytê Cabral. Quando o orgânico se torna “rótulo”: discussões críticas sobre consumo e Agroecologia a partir de um empreendimento de Economia Solidária. Estudos Sociedade e Agricultura, Rio de Janeiro, v. 26, n. 03, p. 608-629, 2018.

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO CAFÉ. Relatório sobre o mercado de café – dezembro de 2018. OIC: Londres, 2018. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2019.

OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino de. A Mundialização da Agricultura Brasileira. São Paulo: Iãnde Editorial, 2016.

PADOVAN, Milton Parron. ; GOMES, Juliana Benites Padua. ; PADOVAN, Denise Soares da Silva. Produção orgânica no âmbito da agricultura familiar em Mato Grosso do Sul. Redes, Santa Cruz do Sul, v. 22, n. 03, p. 316-342, 2017.

PAULINO, Eliane Tomiasi. Soberania Alimentar e Campesinato: Disputas Teóricas e Territoriais. GEOgraphia, Niteroi, v. 17, n. 33, p. 177-204, 2015.

PELEGRINI, Djalma Ferreira. ; SIMÕES, Juliana Carvalho. Desempenho e Problemas da Cafeicultura no Estado de Minas Gerais: 1934 a 2009. Campo-Território, Uberlândia, v. 06, n. 12, p. 183-199, 2011.

PORTO-GONÇALVES, Carlos Walter. A Globalização da Natureza e a Natureza da Globalização. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

RAFFESTIN, Claude. Por uma Geografia do Poder. Tradução: Maria Cecília França. São Paulo: Editora Ática, 1993.

RIVERA-FERRE, Marta G. The resignification process of Agroecology: Competing narratives from governments, civil society and intergovernmental organizations. Agroecology and Sustainable Food Systems, v. 42, n. 06, p. 666-685, 2018.

ROLLO, Marco Aurélio Pereira. As Novas Dinâmicas do Território Brasileiro no Período Técnico-Científico-Informacional: O Circuito Espacial de Produção do Café e Respectivo Círculo de Cooperação no Sul de Minas. 2009. 128 f.
Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2009.

SCHMIDT, Wilson. Agricultura orgânica: entre a ética e o mercado? Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável, EMATER/RS, v. 02, n. 01, p. 62-73, 2001.

SCHOUCHANA, Félix; MICELI, Wilson. Motta. Introdução aos mercados futuros e de opções agropecuários no Brasil. 3. ed. São Paulo: BM&F, 2004.

SIQUEIRA, Ana Paula Pegorer de; SIQUEIRA, Manoel F. B. de. Bokashi – Adubo Orgânico Fermentado. Manual Técnico. n. 40. Niterói: Programa Rio Rural, 2013.

SOUZA, Maria Célia Martins de. Cafés Sustentáveis e Denominação de Origem: A Certificação de Qualidade na Diferenciação de Cafés Orgânicos, Sombreados e Solidários. 2006. 192 f. Tese (Doutorado em Ciência Ambiental) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

TALBOT, John. M. Grounds for Agreement: The Political Economy of the Coffee Commodity Chain. Lanham, Maryland: Rowman and Littlefield Publishers, 2004.

TERRAZZAN, Priscila; VALARINI, Pedro José. Situação do mercado de Produtos Orgânicos e as Formas de Comercialização no Brasil. Informações Econômicas, São Paulo, v. 39, n. 11, p. 27-41, 2009.

TOPIK, Steven. The integration of the world coffee market. In: CLARENCE-SMITH, William G. ; TOPIK, Steven (Orgs.). The global coffee economy in Africa, Asia and Latin America – 1500-1989. Nova York: Cambridge University Press, 2003. p. 21-49.

UNITED NATIONS CONFERENCE ON TRADE AND DEVELOPMENT. Organic Food and Beverages: World Supply and Major European Markets. Genebra: International Trade Center, 1999.

VILAS BOAS, Lucas Guedes. Segurança Alimentar e Relações Capitalistas no Campo e na Cidade: O Exemplo de Nepomuceno-MG. 2016a. 233 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2016a.

______. Renda da Terra Agrícola em Nepomuceno-MG. Sociedade e Território, Natal, v. 28, n. 01, p. 48-69, 2016b.

______. Segurança Alimentar no Campo e na Cidade em Nepomuceno-MG. Revista Tamoios, São Gonçalo, v. 13, n. 01, p. 50-71, 2017.

WATSON, Kelly; ACHINELLI, Moira Laura. Context and contingency: the coffee crisis for conventional small-scale coffee farmers in Brazil. The Geographical Journal, Royal Geographical Society, v. 174, n. 03, p. 223-234, 2008.
Published
31/10/2020
How to Cite
VILAS BOAS, Lucas Guedes. COFFEE PRODUCTION IN THE SOUTH OF MINAS PLANNING REGION AND IN NEPOMUCENO, MINAS GERAIS. Geosaberes, Fortaleza, v. 11, p. 656 - 673, oct. 2020. ISSN 2178-0463. Available at: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/972>. Date accessed: 25 nov. 2020. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v11i0.972.
Section
ARTICLES