Pesquisa qualitativa no ensino de geografia: discutindo qualidade

  • Alan Fernandes dos SANTOS UFSC

Abstract

O presente artigo visa discutir a qualidade da pesquisa qualitativa no ensino de geografia. Para o mesmo, apontamos teoricamente quais seriam os aspectos desta “qualidade”, identificando seu caráter formal e político. Primeiramente, refletimos sobre a falsa dicotomia entre a abordagem quantitativa e qualitativa, compreendendo que ambas são intrínsecas e concomitantes no processo de pesquisa. Posteriormente, debatemos a representatividade da pesquisa qualitativa diante das regras probabilísticas, da concepção positivista da ciência e de suas possibilidades interpretativas através da dialética e da fenomenologia. Do mesmo modo, assinalamos que a qualidade política se vislumbra através do pensamento crítico e reflexivo do pesquisador sobre suas escolhas teórico-metodológicas, sobre aquilo que investiga e produz como resultado final de seus estudos. Ao final, constatamos que a qualidade formal e política da pesquisa qualitativa no ensino da geografia relaciona-se a compreensão epistemológica da ciência geográfica, que consequentemente orienta as intencionalidades filosóficas, ideológicas, os esforços práticos e o olhar do pesquisador sobre as condições sociais que se apresentam o objeto de pesquisa

Author Biography

Alan Fernandes dos SANTOS, UFSC
Bacharel e Licenciado em geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestrando do Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Santa Catarina, na linha de pesquisa de Processos Educativos
Published
02/07/2014
How to Cite
SANTOS, Alan Fernandes dos. Pesquisa qualitativa no ensino de geografia: discutindo qualidade. Geosaberes, Fortaleza, v. 5, n. 9, p. 60-67, july 2014. ISSN 2178-0463. Available at: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/252>. Date accessed: 02 oct. 2022.
Section
ESTUDOS EDUCATIVOS

Keywords

geografia; ensino; pesquisa; qualitativa.