Identificação de períodos hidrológicos por meio de estatística descritiva e dos testes não paramétricos de pettitt e mann-kenndall

  • Rodrigo Vitor Barbosa SOUSA UNESP
  • Paulo Cesar ROCHA UNESP

Abstract

O objetivo deste artigo é comparar resultados de períodos hidrológicos, obtidos por meio de metodologias distintas. Nesse sentido, são utilizadas técnicas de estatística descritiva, como medidas de tendência central: média, medidas de dispersão: desvio padrão – SD e coeficiente de variação – CV, selecionadas com base nos Indicadores de Alteração Hidrológica  - IAH. Adicionalmente, curvas de tendência obtidas através de regressão linear são empregadas. Na sequência, faz-se o uso dos testes não paramétricos de Pettitt e Mann-Kendall, para fins de comparação dos resultados. As análises são realizadas com base em séries temporais de vazão interanual média, máxima e mínima, de 78 anos das estações fluviométricas de Jataizinho – 64507000 e Tibagi – 64465000, localizadas no Rio Tibagi – PR. Os resultados apontam a existência de dois períodos hidrológicos e tendências positivas de vazão, e indicam compatibilidade entre as metodologias empregadas.

How to Cite
SOUSA, Rodrigo Vitor Barbosa; ROCHA, Paulo Cesar. Identificação de períodos hidrológicos por meio de estatística descritiva e dos testes não paramétricos de pettitt e mann-kenndall. Geosaberes, Fortaleza, v. 6, n. 2, p. 113 - 129, july 2015. ISSN 2178-0463. Available at: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/417>. Date accessed: 30 sep. 2022.

Keywords

Hidrologia, Vazão, Variabilidade, Estatística