Al-qaeda e estado islâmico (ei): da franquia ao califado? Escalas, redes e territórios

  • Viviane Santos da SILVA UFRJ

Abstract

O presente trabalho constitui uma análise comparativa entre estratégias e escalas de ação da Al Qaeda e do EI. Quais fatores, nacionais, regionais e mundiais explicam as trajetórias diferenciadas dos movimentos? Como se articulam as relações de cada um desses grupos com os territórios onde operam?

Nosso arcabouço teórico-metodológico está pautado nos seguintes conceitos: território e territorialidade (Souza, Raffestin, Haesbaert, Sack,); território-zona e território-rede (Veltz); rede (Raffestin; Dias, Santos); escala de ação (Castro, Sack); islamismo-radical (Said, Costa, Fillul, Kepel) e terrorismo (Chaliand). A operacionalização da pesquisa utilizou o método de análise dos conflitos em diversos níveis de análise proposto por Lacoste.

Almejamos assim identificar quais foram às mudanças mais significativas ocorridas a parir do surgimento e expansão do EI, que marca possivelmente, uma nova virada geopolítica do terrorismo internacional. Frente ao território-rede da Al Qaeda, a estratégia seguida pelo EI aponta para formação de um território-zona mais tradicional. 

How to Cite
SILVA, Viviane Santos da. Al-qaeda e estado islâmico (ei): da franquia ao califado? Escalas, redes e territórios. Geosaberes, Fortaleza, v. 6, n. 2, p. 247 - 259, july 2015. ISSN 2178-0463. Available at: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/427>. Date accessed: 30 sep. 2022.

Keywords

Terrorismo; Territórios e Redes.