Efetividade de manejo em unidade de conservação com manguezais: estudo de caso no litoral do Ceará, nordeste do Brasil

  • Rayza Ponce Leon Araruna Universidade Federal do Ceará
  • Marcelo de Oliveira Soares Universidade Federal do Ceará

Resumo

As unidades de conservação (UC) têm papel fundamental no desenvolvimento sustentável da zona costeira, entretanto, o conhecimento sobre a efetividade do manejo em manguezais é escasso. Dessa forma, o trabalho teve como objetivo analisar o grau de efetividade de gestão de uma UC na costa oeste do Ceará, a APA do estuário do rio Curu. A metodologia utilizou questionários junto a gestora, bem como visitas a campo para avaliar 10 indicadores da efetividade de manejo. O resultado obtido foi medianamente satisfatório, pois mesmo com a atuação da gestora e o envolvimento de parte da comunidade, existem pontos a serem melhorados, principalmente nos âmbitos dos usos legais e ilegais, que receberam os piores resultados. A criação de uma UC por si só não é garantia de proteção ambiental, tão importante quanto sua criação é a gestão efetiva, que só é possível, com um manejo integrado participativo. 

Biografia dos Autores

Rayza Ponce Leon Araruna, Universidade Federal do Ceará
Mestre em Ciencias Marinhas tropicais na área de manejo de ecossistemas costeiros (UFC).
Marcelo de Oliveira Soares, Universidade Federal do Ceará
Doutor em Geociências (UFRGS). Professor adjunto IV da Universidade Federal do Ceará.
Publicado
02/09/2017
Como Citar
ARARUNA, Rayza Ponce Leon; SOARES, Marcelo de Oliveira. Efetividade de manejo em unidade de conservação com manguezais: estudo de caso no litoral do Ceará, nordeste do Brasil. GEOSABERES: REVISTA DE ESTUDOS GEOEDUCACIONAIS, Fortaleza, v. 8, n. 16, p. 53 - 68, set. 2017. ISSN 2178-0463. Disponível em: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/597>. Acesso em: 12 dez. 2017.
Seção
ARTIGOS

Palavras-chave

Área de Proteção Ambiental; Gestão ambiental; Zona costeira.