Mapeamento e análise de desigualdades socioespaciais: abordagem interpretativa a partir da cidade de Belém, Pará

Resumo

Os espaços incorporados às lógicas de produção capitalista tendem a produzir cada vez mais máscaras e repetições, enquanto sínteses gerais que expressam contradições e ambivalências, constituindo-se condição para a reprodução de diferenciações e desigualdades socioespaciais (DS). Nesse sentido, o artigo objetiva mapear e analisar da DS, a partir de uma abordagem interpretativa acerca da renda domiciliar na escala da cidade de Belém, Pará. Fez-se o uso de dados sobre setores censitários do IBGE, produção cartográfica e observação sistemática. Os piores indicadores com base na renda concentram-se na parte Nordeste. Já a concentração das maiores rendas localizam-se na região Central, Sul e Sudoeste. Verificou-se que dois bairros que estão inscritos na “periferia”, possuem alta renda, em virtude, sobretudo, de condomínios horizontais.

Biografia dos Autores

Denise Carla de Melo Vieira, Universidade Federal do Pará (UFPA)

Graduada em Bacharelado e Licenciatura Plena em Geografia da Faculdade de Geografia e Cartografia (FGC) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Na mesma Universidade foi bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET), vinculado ao MEC/SESu, desenvolvendo atividades de ensino, pesquisa e extensão no PET Geografia na Universidade Federal do Pará. Em nível de iniciação científica, atuou na área de Geografia, com ênfase em Geografia Urbana, voltando-se principalmente para estudos relacionados às seguintes temáticas: políticas públicas e de desenvolvimento urbano, urbanização da Amazônia e violência urbana. É integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Espaço, Desigualdade e Desenvolvimento - GEPED.

 

Jondison Cardoso Rodrigues, Universidade Federal do Pará (UFPA)
Possui formação interdisciplinar. É Licenciado em Ciências Naturais - Habilitação em Química (2007/UFPA), Especialista em Educação Ambiental e Uso Sustentável dos Recursos Naturais (2009/UFPA), Mestre em Ciências Ambientais (2012/UFPA) e Doutorando em Desenvolvimento Sustentável (2014/UFPA). Tem experiência: na área de Educação Ambiental e Uso Sustentável de Recursos Naturais; Relação Sociedade-Natureza; Política ambiental Portuária, ambientalização empresarial, planejamento, sustentabilidade ambiental, conflitos socioambientais, Estudo sobre gestão ambiental e responsabilidade social corporativa de cunho crítico, políticas públicas territoriais. Hoje atuando principalmente: Estado, Políticas Públicas, investimentos infraestruturais e portos, logística, reestruturação produtiva, politicas territoriais no Oeste do Pará e Portos no rio Tapajós. Possui 15 trabalhos publicados em periódicos: Enciclopédia Biosfera, Contribuciones a las Ciencias Sociales, Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Revista do Departamento de Geografia, DELOS: Desarrollo local sostenible, Educação Ambiental em Ação, Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, Revista Geoaraguaia, Revista Terceiro Incluído, Revista Gaia Scientia (UFPB), Revista Caminhos de Geografia, Revista Espacios (Caracas), Revista Geo UERJ, Revista Novos Cadernos NAEA, Revista Geográfica Acadêmica. Revisor/parecerista de 24 revistas (periódicos). Participante dos Grupos de Pesquisa do CNPQ: Trabalho, Empresas e Mercados Globalizados e Estado, Hidrelétricas e Conflitos. Membro do corpo editorial da Revista Novos Cadernos NAEA (UFPA), da Revista InterEspaço (UFMA) e da Geoamazônia (UFPA).

 

Jovenildo Cardoso Rodrigues, Universidade Federal do Pará (UFPA)

Possui Graduação em Ciências Econômicas - pela Universidade da Amazônia. Graduação em Geografia - Licenciatura e bacharelado - pela Universidade Federal do Pará - UFPA (2008). É mestre em Planejamento do Desenvolvimento pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos - NAEA (Conceito CAPES 5), Doutor em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP/Campus Presidente Prudente(Conceito CAPES 7). É integrante da Rede de Pesquisadores sobre Cidades Médias - RECIME, do Grupo de Pesquisa Produção do Espaço e Redefinições Regionais - GAsPERR, do Centro de Estudos e de Mapeamento da Exclusão Social para Políticas Públicas - CEMESPP. É pesquisador integrante do Grupo Acadêmico sobre Produção do Território e Meio Ambiente na Amazônia - GAPTA. É lider do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Espaço, Desigualdade e Desenvolvimento - GEPED. Professor Adjunto I da Universidade Federal do Pará (UFPA), vinculado à Faculdade de Geografia, Campus de Ananindeua, onde exerceu a função de Vice-Diretor. Atualmente exerce a função de Vice-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Geografia - PPGEO/UFPA. É representante Docente do Programa de Pós-Graduação em Geografia/PPGEO junto ao Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Federal do Pará. Atua ainda como professor PERMANENTE do Programa de Pós-Graduação em Geografia - PPGEO/UFPA, orientando pesquisas de MESTRADO e DOUTORADO e desenvolvendo trabalhos relacionados às temáticas: Produção do espaço, Produção do espaço urbano, capital imobiliário, Desigualdade e Segregação socioespacial, Urbanização, Reestruturação urbana, cidades, cidades médias, Planejamento e gestão urbana, Ordenamento territorial, Políticas territoriais, Epistemologia da geografia, Geografia da Saúde.

Referências

BAUMAN, Z. A riqueza de poucos beneficia todos nós? Rio de Janeiro: Zahar, 2015.
BUENO, M. C. D.; D''ANTONA, A. O. A geografia do Censo no Brasil: potencialidades e limitações na execução de análises espaciais. Geographia (UFF), v. 19, n. 39, p. 16-28, 2017.
CÂMARA, G. Representação computacional de dados geogrpaficos. In: CASANOVA, M. A.; CÂMARA; G.; DAVIS JR, C. A.; VINHAS, L.; QUEIROZ, G. R. (Org.). Banco de Dados Geográficos. Curitiba: EspaçoGEO, 2005
CARLOS, A. F. A. A produção do espaço urbano como momento da acumulação capitalista. In: CARLOS, A. F. A. (Org.). A crise Urbana. São Paulo: Contexto, 2015. p. 25-35.
CARLOS, A. F. A. a produccón contraditoria del espaciourbano y luchas por derechos. Revista Cidades, v. 11, n. 19, p. 130-163, 2014.
CARLOS, A. F. A. Diferenciação socioespacial. Revista Cidades, v. 4, n. 6, p. 45-60, 2007.
CATALÃO, I. F. Diferença, dispersão e fragmentação socioespacial: explorações metropolitanas em Brasília e Curitiba. Presidente Prudente. 190 f. Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2013.
CORRÊA, R. L. Diferenciação sócio-espacial escala e práticas espaciais. Revista Cidades, v. 4, n. 6, p. 61-72, 2007.
CORRÊA, R. L. A periodização da rede urbana da Amazônia. Revista Brasileira de Geografia, v.4, n.3, p.39-68, 1988.
FITZ, P. R. Cartografia básica. São Paulo: Oficina de Textos, 2008.
HARVEY, D. Social justice, postmodernism and the city. International Journal of Urban and Regional Research, v. 16, p. 588-601, 1992.
HARVEY, D. Social Justice and the City. London: Edward Arnold, 1993.
HARVEY, D. Cities or urbanization?. City: analysis of urban trends, culture, theory, policy, action, v. 1, n. 1-2, p.38-61, 1996.
HARVEY, D. L'urbanisation du capital. Actuel Marx, v. 1, n. 35, p. 41-70, 2004a.
HARVEY, D. Espaços de Esperança. São Paulo: Edições Loyola, 2004b.
HARVEY, D. O Novo Imperialismo. São Paulo: Loyola, 2004c.
HARVEY, D. A Produção Capitalista do Espaço. São Paulo: Annablume, 2005.
IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Belém: IBGE, 2010.
IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Síntese de Indicadores Sociais Uma análise das condições de vida da população brasileira. Brasília: IBGE, 2014.
IPEA- Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Região Metropolitana de Belém. In: IPEA. Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas Brasileiras. Brasília: IPEA, Fundação João Pinheiro (FJP) e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), 2014.
LEFEBVRE, H. Lógica forma e lógica dialética. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira, 1995.
LEFEBVRE, H. A revolução urbana. Belo Horizonte: ed. UFMG, 1999.
LEFEBVRE, H. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001.
LEFEBVRE, H. A produção do espaço. Belo Horizonte: UGMG, 2006.
MARTINE, G.; MCGRANAHAN, G. The legacy of inequality and negligence in Brazil's unfinished urban transition: lessons for other developing regions, International Journal of Urban Sustainable Development, v. 5, n. 1, p. 7-24, 2013.
MOREIRA, E. Belém e sua expressão geográfica. In: PARÁ. Obras reunidas de Ediorfe Moreira. Belém: CEJUP, 1966. v.1.
NASCIMENTO, E. Urbanização, globalização e exclusão social: reflexões a partir do caso brasileiro. Revista Geografica de America Central, v. 57, p. 43-67, 2016.
RODRIGUES, A. M.. Desigualdades Socioespaciais - A luta pelo direito à Cidade. Revista Cidades, v. 4, p. 73-88, 2007.
RODRIGUES, E. B. Aventura urbana: urbanização, trabalho e meio ambiente em Belém. Belém, NAEA, 1996.
RODRIGUES, J. C. Produção das desigualdades socioespaciais em cidades médias amazônicas: análise de Santarém e Marabá, Pará. Presidente Prudente. 2015 270 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudente, 2015.
ROLNIK, R. Guerra dos lugares: A colonização da terra e da moradia na era das finanças. São Paulo: Boitempo, 2015.
SILVA, J. X.; ZAIDAN, R. T. Geoprocessamento e análise ambiental: aplicações. 4ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.
SMITH, N. Geography, difference and the politics of scale. In: DOHERTY, J.; GRAHAM, E.; MALEK, M. (Ed.). Postmodernism and the Social Science. London: Macmillan Academic and Professional, 1992. p. 57-79.
SOJA, E. Borders unbound, globalization, regionalism and the post-metropolitan transition. In: HOUTUM, H. V.; KRAMSCH, O.; ZIERHOFER, W. (Eds). B/ordering Space. England: Ashgate Publishing Limited, 2005. p 33-46.
SOJA, E. The socio-spatial dialectic. Annals of the Association of American Geographers, v. 70, p. 207-225, 1980.
SOJA, E. W. Geografias pós-modernas: a reafirmação do espaço na teoria social. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1993.
SOJA, E. W.; HADJIMICHALIS, C. Between geographical materialism and spatial fetishism: some obseriations on the development of marxist spatial analysis. Antipode, v. 11, n. 3, p. 3-1 1, 1979.
SOUZA, L. S.; VIEIRA, A. B. Mapeamentos das Desigualdades de Renda em Dourados – MS. Caderno de Geografia, v.27, n. 48, p. 85-103, 2017.
TRINDADE JR, S. C. A cidade dispersa: Os novos espaços de assentamentos em Belém e a reestruturação metropolitana. São Paulo. 1998. Tese (Doutorado em Geografia Humana) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo.
VIEIRA, D. C. M.; SANTOS, C. S.; CHAGAS, C. A. N. Território e produção desigual do espaço urbano: uma análise cartográfica da produção da violência. Boletim Amazônico de Geografia, v. 1, n. 2, p. 161-180, 2014.
YATES, M. D. Measuring Global Inequality. Monthly Review, v. 68, n. 06.
Publicado
28/12/2017
Como Citar
VIEIRA, Denise Carla de Melo; RODRIGUES, Jondison Cardoso; RODRIGUES, Jovenildo Cardoso. Mapeamento e análise de desigualdades socioespaciais: abordagem interpretativa a partir da cidade de Belém, Pará. Geosaberes: revista de estudos geoeducacionais, Fortaleza, v. 9, n. 17, p. 1 -21, dez. 2017. ISSN 2178-0463. Disponível em: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/612>. Acesso em: 21 jan. 2018. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v9i17.612.
Seção
ARTIGOS

Palavras-chave

Desigualdades Socioespacial; diferenciações socioespaciais; Belém