A supressão da geografia no exercício da alteridade

Resumo

O artigo em questão problematiza por intermédio de cinco categorizações a negligencia quanto à percepção das diferenças geográficas no que tange às características de indivíduos ou Estados. Esta negligência é chamada de supressão da geografia no exercício da alteridade e é criticada por meio dos pressupostos fenomenológicos que explicam a natureza híbrida, permeável e dinâmica das culturas. As categorizações trabalhadas neste artigo são os mapas culturais, as artes, as reações populares, textos acadêmicos e literários e o fazer geopolítico. O artigo apresenta ainda as consequências da supressão da geografia no exercício da alteridade, indicando a importância da temática em um momento contemporâneo marcado pela intensa interlocução intercultural.

Biografia do Autor

Leonardo Luiz Silveira da Silva, IFNMG-Campus Salinas

Professor de Geografia do IFNMG-Campus Salinas.

Referências

AMORIM, F. Topofilia, topofobia e topocídio em Minas Gerais. In: DEL RIO, V.; OLIVEIRA, L. de. (Orgs.). Percepção ambiental: a experiência brasileira. São Paulo: Studio Nobel; São Carlos: Universidade Federal de São Carlos, 1996.
BABHA, Homy. O Local da Cultura. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2013, 441p.
BADIE, Bertrand. Um mundo sem soberania. Lisboa: Piaget, 1999, 326p.
BRAUDEL, Fernand. Gramática das Civilizações. São Paulo: Martins Fontes, 2004, 506p.
CAMPO, Juan Eduardo. Orientalist representations of muslim domestic space in Egypt. Berkeley: Traditional Dwellings and Settlements Revie. Vol.3, number 1, Fall, p.29-42, 1991.
CANCLINI, Néstor Garcia. Culturas Híbridas. São Paulo: Edusp, 2011, 385p.
CÉSAIRE, Aimé. Diário de um Retorno ao País Natal. São Paulo: Edusp, 2012, 160p.
CHRISTIE, Agatha. Aventura em Bagdá. Porto Alegre: LP&M, 2013.
CLAVAL, Paul. A Geografia Cultural. Florianópolis: Ed. UFSC, 2001, 453p.
COSTA, Wanderley Messias da Costa. Geografia Política e Geopolítica. São Paulo: Edusp, 2013, 349p.
DENNY, Walter B. Quotations in and out of Context: Ottoman Turkish Art and European Orientalist Painting. Leiden: Muqarnas. Vol.10, p.219-230, 1993.
DOLLFUS, Olivier. O Espaço Geográfico. São Paulo: Difel, 4ªed., 1982, 121p.
EAGLETON, Terry. A ideia de cultura. São Paulo: Editora Unesp, 2011, 204 p.
FANON, Frantz. Pele Negra Máscaras Brancas. Salvador: EDUFBA, 2008, 194p.
FRONZA, Vanessa. O “orientalismo” na literatura do século XIX: o caso de a volta ao mundo em oitenta dias. Curitiba, Cadernos de Clio, número 2, pags 273-291.
FUKUYAMA, Francis. Construção de Estados: Governo e Organização no século XXI. Rio de Janeiro: Rocco, 2005, 168p.
HALL, Stuart. Pensando a diáspora: reflexões sobre a terra no exterior. In: (Org.) SOVIK, Lívia. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013, 480p.
HARVEY, David. Condição Pós-Moderna. São Paulo: Edições Loyola, 13ª Edição, 2004, 349p.
HEFFERNAN, Michael J. The desert in French orientalist paiting during the nineteenth century. London: Landscape Research. 16:2, p.37-42, 1991.
HOBSBAWN, Eric. Globalização, Democracia e Terrorismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007, p.182.
HUNTINGTON, Samuel. O Choque das civilizações. Rio de Janeiro: Ed. Objetiva, 455p.
LENCIONI, Sandra. Região e Geografia. São Paulo: Edusp, 2014, 214p.
LEWIS, Bernard. O que deu errado no Oriente Médio? Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2002.
LEWIS, Bernard. Os assassinos: os primórdios do terrorismo no islã. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2003.
LEWIS, Bernard. A crise do islã: Guerra Santa e Terror profano. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.
PORTEOUS, J. Douglas. Planned to Death: The annihilation of a place called Howdendyke. Toronto: University of Toronto Press, 1989, 254p.
PORTEOUS, J. Douglas; SMITH, Sandra E. Domicide: The global destruction of home. Montreal: Mcgill-Queen´s University Press, 2001, 277p.
RELPH, Edward. Place and Placelesness. London: Pion Limited, 1976, 156 p.
SAÏD, Edward. Cultura e Imperialismo. São Paulo: Companhia de Bolso, 2011, 567p.
SAÏD, Edward. Orientalismo. São Paulo: Companhia de Bolso, 2007, 523p.
SANTOS, Milton. A natureza do Espaço. São Paulo: Edusp, 2012, 384 p.
SANTOS, Milton. Por uma outra globalização. Rio de Janeiro: Record, 2012, 174p.
SILVA, Leonardo Luiz Silveira da. O embate entre Edward Said e Bernard Lewis no contexto da ressignificação do Orientalismo. Niterói: Revista Antropolítica. Número 40, 1º Semestre, p.280-306, 2016.
TUAN, Yi-Fu. Topofilia. São Paulo: Ed. Difel, 1980, 288p.
TUAN, Yi-Fu. Escapism. Baltimore: John Hopkins University Press, 1998, 245p.
TUAN, Yi-Fu. Paisagens do Medo. São Paulo: Editora Unesp, 2005, 374p.
VIRILIO, Paul. O Espaço Crítico. Rio de Janeiro: Editora 34, 2ª Reimpressão, 1999, 119p.
WOODWARD, Michelle L. Between orientalist clichés and images of modernization. Filadélfia: History of Photography. 27:4, p.363-374, 2003.
Publicado
28/12/2017
Como Citar
SILVA, Leonardo Luiz Silveira da. A supressão da geografia no exercício da alteridade. Geosaberes: revista de estudos geoeducacionais, Fortaleza, v. 9, n. 17, p. 1 - 13, dez. 2017. ISSN 2178-0463. Disponível em: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/620>. Acesso em: 20 abr. 2018. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v9i17.620.
Seção
ARTIGOS

Palavras-chave

Geografia; Cultura; Espaço; Alteridade.