Simuladores de processos geológicos e geomorfológicos: contribuições para o ensino e formação em geociências e ciências da terra

Resumo

O ensino de Geografia, especialmente na área de Geomorfologia, pressupõe uma capacidade, por parte do docente, de tornar compreensível diversos fenômenos e processos que, muitas vezes, estão além do conhecimento empírico do aluno. Assim, recorrer a recursos didáticos como modelos, maquetes e equipamentos multimídia torna-se necessário para facilitar a representação de diferentes dinâmicas que, em diferentes escalas, tornam-se de difícil compreensão. Diante disto, apresentamos dois equipamentos simuladores de dinâmicas geológicas e geomorfológicas construídos a partir da iniciativa de alunos e professores do “Laboratório de Geologia, Geomorfologia e Recursos Hídricos” da FCT/UNESP, com o intuito de contribuir para o ensino de Geomorfologia e Geociências em geral, principalmente quanto ao ensino de fenômenos relacionados a tectonismos, escoamento superficial e processos erosivos.

Biografia dos Autores

João Paulo de Oliveira Pimenta, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Mestrando pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Campus de Presidente Prudente

Isabel Cristina Moroz Caccia Gouveia, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Professora do Departamento de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Campus de Presidente Prudente

Ronaldo Celso Messias Correia, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Professor do Departamento de Matemática e Computação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Campus de Presidente Prudente

Referências

CASSETI, Valter. Ambiente e apropriação do relevo. São Paulo: Contexto, 1991.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz & Terra, 2004.
KIRNER, Claudio; SISCOUTTO, Robson A.. Fundamentos de Realidade Virtual e Aumentada. In: Realidade virtual e aumentada: conceitos, projeto e aplicações. Livro do IX Symposium on Virtual and Augmented Reality, Petrópolis (RJ), Porto Alegre: SBC. 2007.
KIRNER, Claudio; KIRNER, Tereza Gonçalves. Evolução e tendências da Realidade Virtual e da Realidade Aumentada. Realidade Virtual e Aumentada: Aplicações e Tendências. Cap, v. 1, p. 10-25, 2011.
KIRNER, Claudio. Desenvolvimento de aplicações Educacionais Adaptáveis Online com Realidade Aumentada. In: Tendências e Técnicas em Realidade Aumentada, v. 3, p. 9-25, 2013. Disponível em: http://comissoes.sbc.org.br/ce-rv/documentos/pre_SVR%202013.pdf Acesso em: 01 nov. 2016.
RODELLO, Ildeberto A. et al. Realidade Virtual e Aumentada Aplicada na Área de Negócios: casos na área de Marketing e de Projeto e Desenvolvimento de Produtos. In: Tendências e Técnicas em Realidade Aumentada, v. 3, p. 43-59, 2013. Disponível em: http://comissoes.sbc.org.br/ce-rv/documentos/pre_SVR%202013.pdf Acesso em: 01 nov. 2016.
ROSS, Jurandyr L. S. Geografia do Brasil. São Paulo: EDUSP, 2014.
TASSINARI, C. C. G.; DIAS NETO, C. de M. Tectônica Global. In: TEIXEIRA, Wilson et al. (orgs.) Decifrando a Terra. 2. ed. São Paulo: Compa
ZORZAL, Ezequiel Roberto, et al. Aplicação de jogos educacionais com realidade aumentada. RENOTE 6.2 (2008). Disponível em http://www.seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/14575/8482 Data: 15 fev. 2017.
Publicado
17/12/2018
Como Citar
PIMENTA, João Paulo de Oliveira; GOUVEIA, Isabel Cristina Moroz Caccia; CORREIA, Ronaldo Celso Messias. Simuladores de processos geológicos e geomorfológicos: contribuições para o ensino e formação em geociências e ciências da terra. Geosaberes, Fortaleza, v. 10, n. 20, p. 1 - 13, dez. 2018. ISSN 2178-0463. Disponível em: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/679>. Acesso em: 17 jan. 2019. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v10i20.679.
Seção
ARTIGOS