Questão agrária e ensino de Geografia: representações sobre o agronegócio na Chapada do Apodi, Ceará

Resumo

Este trabalho busca discutir a relação entre a questão agrária e o ensino de Geografia na Chapada do Apodi - Ceará, analisando as representações sobre a expansão do agronegócio na região. A metodologia estruturou-se em levantamento bibliográfico e na realização de oficina de desenhos voltada para o entendimento da representação da questão agrária pelos estudantes, especificamente o agronegócio. Com a realização do trabalho, constatou-se que é fundamental que a questão agrária seja abordada nas escolas de educação básica, principalmente naquelas que vivenciam direta ou indiretamente os impactos decorrentes do agronegócio, visualizando o ensino de Geografia enquanto um instrumento que proporciona aos estudantes uma tomada de consciência crítica e emancipatória capaz de apreender e questionar sua realidade.  

Biografia dos Autores

Maria Tamires Teotônio Lima, Universidade Estadual do Ceará (UECE), Brasil

Licenciada em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará – Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos (FAFIDAM/UECE).

Leandro Vieira Cavalcante, Universidade Estadual do Ceará (UECE), Brasil

Doutorando em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Referências

AGUIAR, Ada Cristina Pontes. Más-formações congênitas, puberdade precoce e agrotóxicos: uma herança maldita do agronegócio para a Chapada do Apodi (CE). 2017. 199f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.

CALDART, Roseli Salete et al. (Org.). Dicionário da Educação do Campo. São Paulo: Expressão Popular, 2012.

CALLAI, Helena Copetti. A geografia e escola: Muda a geografia? Muda o ensino? Revista Terra Livre, São Paulo, n. 16, p. 133-151, 2001.

CALLAI, Helena Copetti. Aprendendo a ler o mundo: a geografia nos anos iniciais do ensino fundamental. Cadernos Cedes, Campinas, v. 25, n. 66, p. 227-247, 2005.

CAMACHO, Rodrigo Simão. O ensino da Geografia e a questão agrária nas séries iniciais do ensino fundamental. 2008. 462f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Aquidana, 2008.

CAVALCANTE, Leandro Vieira. Agronegócio e territorialização do capital no Baixo Jaguaribe/CE. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM GEOGRAFIA, XII, 2017, Porto Alegre. Anais... Dourados: UFGD, 2017. p. 1-11.

CAVALCANTI, Lana de Souza. A Geografia e a realidade escolar contemporânea: avanços, caminhos, alternativas. In: SEMINÁRIO NACIONAL: CURRÍCULO EM MOVIMENTO – PERSPECTIVAS ATUAIS, I, 2010, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: EDUFMG, 2010. p. 1-16.

CAVALCANTI, Lana de Souza. Geografia, escola e construção de conhecimentos. Campinas: Papirus, 2011.

DEON, Alana Rigo; CALLAI, Helena Copetti. A educação escolar e a geografia como possibilidades de formação para a cidadania. Revista Contexto & Educação, Unijuí, v. 33, n. 104, p. 264-290, 2018.

DIAS, Juliana Maddalena Trifilio. Desenhos e vozes no ensino de geografia: a pluralidade das favelas pelos olhares das crianças. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 4, p. 1-20, 2013.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 11. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

FREITAS, Bernadete Maria Coêlho. Marcas da modernização da agricultura no território do Perímetro Irrigado Jaguaribe-Apodi: uma face da atual reestruturação socioespacial do Ceará. 2010. 191f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2010.

KIMURA, Shoko. Geografia no ensino básico: questões e propostas. São Paulo: Contexto, 2008.

LEÃO, Fernando Antônio Fontenele. A relação universidade e sociedade em comunidades
camponesas com conflitos ambientais: o olhar dos moradores da comunidade do Tomé, Chapada do Apodi, Ceará. 2018. 173f. Dissertação (Mestrado em Humanidades) - Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Redenção, 2018.

MIRANDA, Sérgio Luiz. O desenho como mapa e educação conservadora no ensino de Geografia. Revista Terra Livre, São Paulo, v. 2, n. 33, p. 139-154, 2009.

MIRANDA, Sérgio Luiz. O lugar do desenho e o desenho do lugar no ensino de Geografia: contribuição para uma Geografia escolar crítica. 2005. 169f. Tese (Doutorado em Geografia) – Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2005.

MORO, Maristela Dal. Atualidade da questão agrária no Brasil. In: JORNADA INTERNACIONAL POLÍTICAS PÚBLICAS, VII, 2015, São Luís. Anais... São Luís: UFMA, 2015. p. 1-12.

OLIVEIRA, Alexandra Maria de; SILVA, Edson Vicente. Geografia e escola do campo: saberes, práticas e resultados. Revista Mercator, Fortaleza, v. 8, n. 16, 2009.

OLIVEIRA, Maria Rosana da Costa. Os impactos dos agrotóxicos e o ensino de educação ambiental no Distrito Tomé – Quixeré – CE. 2009. 51f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.

OLIVEIRA, Tarcisio Dorn de; COPATTI, Carina; CALLAI, Helena Copetti. A educação na constituição do sujeito: reflexões numa perspectiva cidadã. Revista Itinerarius Reflectionis, Jataí, v. 14, n. 2, p. 1-13, 2018.

RIGOTTO, Raquel Maria (Org.). Agrotóxicos, trabalho e saúde: vulnerabilidade e resistência no contexto da modernização agrícola no Baixo Jaguaribe/CE. Fortaleza: Edições UFC, 2011.

RIGOTTO, Raquel Maria. (Org.). Almanaque do Baixo Jaguaribe: tramas para a afirmação do trabalho, meio ambiente e saúde para a sustentabilidade. Fortaleza: TRAMAS/UFC, 2012.

SAMBATI, Leila Cristina; MALYSZ, Sandra Terezinha. Desenho: uma possibilidade de estudar a paisagem geográfica. Cadernos do Programa de Desenvolvimento Educacional, Campo do Mourão, p. 1-22, 2014.

SANTOS, Clézio. O uso dos desenhos no ensino fundamental: imagens e conceitos. In: PONTUSCHKA, Nídia Nacib; OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino de (Orgs.). Geografia em perspectiva: ensino e pesquisa. 4. ed. São Paulo: Contexto, 2015. p. 195-207.

SEVERINO, Antônio. Educação, trabalho e cidadania: a educação brasileira e o desafio da formação humana no atual cenário histórico. Revista São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v. 2, n. 14, p. 65-71, 2000.

SOBRINHO, Hugo de Carvalho. Geografia escolar e o lugar: a construção de conhecimentos no processo de ensinar/aprender geografia. Revista Geosaberes, Fortaleza, v. 9, n. 17, p. 1-17, 2018.

STEDILE, João Pedro (Org.). A questão agrária no Brasil: o debate tradicional – 1500 – 1960. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

TAVARES, Fernando Gomes de Oliveira. O ensino de Geografia Agrária na escola pública: currículo e sala de aula. 2016. 100f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

TEIXEIRA, Gerson; GOMES JÚNIOR, Newton Narciso. Agronegócio e realidade agrária no Brasil. Revista da Associação Brasileira de Reforma Agrária, São Paulo, volume especial, p. 09-10, 2013.
Publicado
01/09/2019
Como Citar
LIMA, Maria Tamires Teotônio; CAVALCANTE, Leandro Vieira. Questão agrária e ensino de Geografia: representações sobre o agronegócio na Chapada do Apodi, Ceará. Geosaberes, Fortaleza, v. 10, n. 22, p. 189 - 208, set. 2019. ISSN 2178-0463. Disponível em: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/753>. Acesso em: 16 set. 2019. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v10i22.753.
Seção
ARTIGOS