A literatura como ferramenta para o ensino de Geografia Física

Resumo

Este trabalho propõe discutir a relação entre Geografia Física e a linguagem da Literatura como proposta de prática pedagógica para o Ensino Fundamental a partir da obra literária Viagem ao centro da Terra, do autor francês Júlio Verne. O artigo tem como objetivos propor uma prática pedagógica atrelada ao ensino de Geografia Física e Literatura proposta para o Ensino Fundamental bem como demonstrar a necessidade da utilização de linguagens para o ensino mais crítico e realista da Geografia Física na educação básica. Como resultados encontrados, a Geografia está presente em diversos aspectos da obra em questão e pode ser utilizada de diversas formas, através de uma história fictícia onde com a imaginação aspectos da Geografia são evidenciados. O trabalho demonstrou a importância das linguagens no ensino de Geografia e da necessidade de ampliação da utilização das mesmas.

Biografia dos Autores

Gabriela Klering Dias, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Liz Cristiane Dias, Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Brasil

Professora do Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel).

Referências

ALMEIDA, Alexandre Dalla Barba de. (Re)Leituras Geográficas: Possibilidades pedagógicas para o aprender e ensinar Geografia utilizando a literatura de Júlio Verne enquanto linguagem auxiliar. 2018. 128 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Departamento de Geografia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2018.

ASCENÇÃO, Valéria de Oliveira Roque; VALADÃO, Roberto Célio. Tendências contemporâneas na aplicação do conhecimento geomorfológico da Educação Básica: a Escala sob perspectiva. Espaço Aberto, PPGG-UFRJ, v. 6, n. 1, p. 191-208, 2016.

BERNSTEIN, Basil. A pedagogização do conhecimento: estudos sobre a recontextualização. Revista Cadernos de Pesquisa, nº 120, p. 75-110, nov./2003.

BRASIL. Presidência da República, Casa Civil. Lei Nº 12.796, de 4 de abril de 2013. Dispõe sobre a formação dos profissionais da educação e dá outras providências. Brasília: Presidência da República: 2013(b). Disponível em: Acesso em 28 fev. 2018.

CALLAI, Helena Copetti. Estudar o lugar para compreender o mundo. In: CASTROGIOVANNI, A. C.; CALLAI, H. C.; KAERCHER, N. A. (Orgs). Ensino de Geografia: práticas e Textualizações no cotidiano. 7° ed. Porto Alegre: Meditação, 2009.

CASTELLAR, Sônia; VILHENA, Jerusa. Ensino de Geografia. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

CASTELLAR, Sônia. Cartografia escolar e o pensamento espacial fortalecendo o conhecimento geográfico. In: Revista Brasileira de Educação em Geografia, Campinas, v. 7, nº 13, p. 207-232, jan./jun., 2017.

CAVALCANTI, Lana de Souza. Desafios da didática de Geografia. Goiânia: Ed. Da PUC Goiás, 2013.

DIAS, Gabriela Klering. Prática pedagógica para o ensino de Geografia Física a partir da Literatura: uma proposta metodológica para o Ensino Fundamental. 2018. 57 f. Monografia (Licenciatura em Geografia) – Departamento de Geografia, Instituto de Ciências Humanas, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2018.

FERRAZ, C. B. O. Literatura e Espaço: Aproximações possíveis entre arte e geografia. In: GOETTERT, J. D.; MARSCHNER, W. R (Orgs.). Transfazer o espaço: ensaios de como a literatura vira espaço e vice versa. Dourados: Ed. UFGD, 2011.

FREIRE, Paulo, Educação e Mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984. 77p.

MAINARDES, J.; STREMEL, S. A teoria de Basil Bernstein e algumas de suas contribuições para as pesquisas sobre políticas educacionais e curriculares. Revista Telas, v. 11, n. 22, p. 1-24, Mai/Ago 2010.

MEIRELES, Mariana Martins de; PORTUGAL, Jussara Fraga. Entre textos, imagens e canções: a “Cidade da Bahia” e suas geografias. In: PORTUGAL, Jussara Fraga; CHAIGAR, Vânia Alves Martins. (Orgs.). Cartografia, Cinema, Literatura e outras linguagens no ensino de Geografia. Curitiba, PR: CRV, 2012. p. 19-40.

MENDONÇA, Francisco de Assis. Geografia Socioambiental. Revista Terra Livre. São Paulo, nº 16, p. 113-132, 1º semestre/2001.

PONTUSCHKA, Nídia Nacib; PAGANELLI, Tomoko Iyda; CACETE, Núria Hanglei. Para ensinar e aprender Geografia. São Paulo: Cortez, 2007.

SOUZA, M. L. Os conceitos fundamentais da pesquisa sócio-espacial. 1 ed. – Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. 2013.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2006.

VERNE, Júlio. Viagem ao centro da Terra. Porto Alegre, L&PM, 2016.

ZABALA, Antoni. A Prática Educativa: Como Ensinar. Porto Alegre: Artmed, 2011.
Publicado
01/09/2019
Como Citar
DIAS, Gabriela Klering; DIAS, Liz Cristiane. A literatura como ferramenta para o ensino de Geografia Física. Geosaberes, Fortaleza, v. 10, n. 22, p. 115 - 124, set. 2019. ISSN 2178-0463. Disponível em: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/810>. Acesso em: 14 nov. 2019. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v10i22.810.
Seção
ARTIGOS