A interpretação de carta-imagem como proposta para o ensino-aprendizagem de geografia no ensino médio

Resumo

Diante da popularização das geotecnologias, tornam-se necessárias ações pedagógicas que explorem seus potenciais na educação básica, haja vista que essas ferramentas fornecem suporte ao processo de ensino-aprendizagem. Nesta perspectiva, este artigo aborda a carta-imagem enquanto material didático trabalhado na disciplina de Geografia em uma escola da cidade de Sobral – CE. Para tanto, utilizou-se imagem de satélite Landsat 8, a qual foi manipulada no gerenciador de Sistema de Informações Geográficas (SIG) QGIS 2.8. Desse modo, elaborou-se um produto de baixo custo, atualizado e adaptado ao contexto escolar. Como conclusões, percebe-se que os estudantes têm mais contato com as geotecnologias fora da sala de aula, revelando, assim, o pouco emprego desses materiais na escola. Verificou-se, ainda, que a abordagem dos conteúdos os ajudam na compreensão sobre tais recursos e que a interpretação da carta-imagem contribuiu no aprendizado do seu espaço geográfico.

Biografia dos Autores

Marcelo Henrique Viana Soares, Universidade Federal do Ceará - UFC

Mestrando em Geografia pela Universidade Federal do Ceará  (UFC).

Lucas Pereira Soares, Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA

Professor do curso de Geografia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). 

Fábio Souza e Silva da Cunha, Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA

Professor do curso de Geografia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)

Ernane Cortez Lima, Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA

Professor do curso de Geografia da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA).

Referências

ADDISON, P.F.E., FLANDER, L.B., COOK, C.N. Arewemissing the boat? Current uses of long-term biological monitoring data in the evaluation and management of marine protected areas. Environmental Management, v. 149, p.148-156, 2015.
ALMEIDA, L. T., OLÍMPIO, J. L. S., PANTALENA, A. F., ALMEIDA, B. S., SOARES, M.O. Evaluating ten years of management effectiveness in a mangrove protected area. Ocean & Coastal Managemnet, Ceará, v. 125, p. 29-37, 2016.
ANDAM, K.S., FERRARO, P. J., PFAFF, A., SANCHEZ-AZOFEIFA, G.A., ROBALINOJ. A. Measuring the effectiveness of protected area networks in reducing deforestation. Proceedings of the National Academy of Science, v.105, p. 16089-16094, 2008.
ARAÚJO, J. L., BERNARD, E. Management effectiveness of a large marine protected area in Northeastern Brazil. Ocean & Coast Management, v. 130, p. 43-49, 2016.
ARTAZA-BARRIOS, O. H; SCHIAVETTI, A. Análise da Efetividade do Manejo de duas Áreas de Proteção Ambiental do Litoral Sul da Bahia. Gestão Costeira Integrada, Bahia, v. 7, n. 2, p. 117-128, 2007.
ASMUS, M. L.; KITZMANN, D. I. S.; LAYDNER, C. Gestão costeira no Brasil: estado atual e perspectivas. Montevideo: Ecoplata, 2004. 63 p.
BANZATO, B. M. Análise da Efetividade das Unidades de Conservação Marinhas de Proteção Integral do Estado de São Paulo. 2014. 164 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) – Departamento de Ciências Ambientais, Universidade de São Paulo, São Paulo. 2014.
BASÍLIO, T. H., FARIA, V. V., FURTADO-NETO, M. A. A. Fauna de Elasmobrânquios no Estuário do rio Curu, Ceará, Brasil. Arquivos de Ciências do Mar, Ceará, v.41, n. 2, p. 65-72, 2008.
BASNIAK, M. T. R., SOARES, R. V., TETTO, A. F., MEIRA, M. Efetividade de manejo de reservas particulares do patrimônio natural municipais: o caso da RPPNM Airumã, Curitiba/PR. Enciclopédia Biosfera, Paraná, v.11, n. 22, p. 1107- 1119, 2015.
BENNETT, N.A., DEARDEN, P. Why local people do not support conservation: community perceptions of marine protected area livelihood impacts, governance and management in Thailand. Marine Policy, v 44, p. 107-116, 2014.
BORGES, L.A.C., REZENDE, J.L.P., COELHO JÚNIOR, L.M. Aspectos técnicos e legais que fundamentam o estabelecimento das APP nas zonas costeiras – restingas, dunas e manguezais. Gestão Costeira Integrada, v. 9, p. 39-56, 2009.
BRANDÃO, C. S., MALTA, A., SCHIAVETTI, A. Temporal assessment of the management effectiveness of reef environments: the role of marine protected áreas in Brazil. Ocean & Coastal Management, v. 142, p. 111-121, 2017.
CABRAL, N.R.A.J., OLIVEIRA, I.S.R., SILVA, A. C. Grau de efetividade de manejo do parque nacional de Jericoacoara/CE sob a visão dos atores sociais. OLAM, Ceará, v. 11, n. 2, p. 85-105, 2011.
CARNEY, J., GILLESPIE, T.W., ROSOMOFF, R. Assessing forest change in a priority West African mangrove ecosystem. Geoforum, v. 53, p.126-135, 2014.
CIFUENTES, A. M.; IZURIETA, V. A.; FARIA, H. H. Medición de la Efectividad del Manejo de Areas Protegidas. Costa Rica: CATIE, 2000. 108 p.
COOK, C. N.; CARTER, R. W.; HOCKINGS, M. Measuring the accuracy of management effectiveness evaluations of protected áreas. Journal of Environmental Management, v. 139, p. 164-171, 2014.
CRAIGIE, I.D., BAILLIE, J.E.M, BALMFORD, A., CARBONE, C., COLLEN, B., GREEN, R. E., HUTTON, J.M. Large mammal population declines in Africa's protected areas. Biological Conservervation, v. 143, p. 2221-2228, 2010.
DUDLEY, N., SHADIE, P., STOLTON, S. Guidelines for applying protected area management categories: including IUCN WCPA best practice guidance on recognising protected areas and assigning management categories and governance types. Switzerland: IUCN, 2008. 21 p.
ERVIN, J. Rapid assessment of protected area management effectiveness in four contries. BioOne, v. 53, n. 9, p. 833-841, 2003.
FIGUEIROA, A.C., BRASIL, G., PELLIN, A., SCHERER, M. E. G. Avaliação da efetividade da integração das Unidades de Conservação federais marinho-costeiras de Santa Catarina. Desenvolvimento e Meio Ambiente, Paraná, v. 38, p. 361-375, 2016.
FRANÇA, J. E., CAVALCANTE, M.R.A., ANDRADE, R.M.B., CABRAL, N. R. A.J. Análise da efetividade de manejo do parque ecológico do Cocó, Fortaleza-CE. OLAM, Ceará, v. 8, n.1, p. 268- 285, 2008.
GIRI, C., LONG, J., ABBAS, S., MURALI, M.R., QAMER, F.M., PENGRA, B., THAU, D. Distribution and dynamics of mangrove forestsof South Asia. Journal of Environmental Management, v. 148, p. 101-111, 2015.
GORAYEB, A., GOMES, R.B., ARAÙJO, L.F.P., SOUZA, M. J. N., ROSA, M.F., FIGUEIRÊDO, M.C.B. Aspectos Ambientais e Qualidade das Águas Superficiais na Bacia Hidrográfica do Rio Curu – Ceará – Brasil. HOLOS Environment, Ceará, v. 7, n. 2, p. 105-122, 2007.
GORAYEB, A., SOUZA, M. J. N., FIGEUIRÊDO, M. C. B., ARAÚJO, L. F. P, ROSA, M. F., SILVA, E. V. Aspectos geoambientais, condições de uso e ocupação do solo e níveis de desmatamento da bacia hidrográfica do rio Curu, Ceará – Brasil. Geografia, Ceará, v. 14, n. 2, p. 86 – 106, 2005.
HANSEN, A.J., DEFRIES, R. Ecological mechanisms linking protected areas to surrounding lands. Ecological Applications, v. 17, p. 974–988, 2007.
HOCKINGS, M., STOLTON, S., LEVERINGTON, F., DUDLEY, N., COURRAU, J. Evaluating effectiveness: a framework for assessing management effectiveness of protected areas. Gland: IUCN. 2006. 105. p.
LIMA, G. S.; RIBEIRO, G. A.; GONÇALVES, W. Avaliação da Efetividade de Manejo das Unidades de Conservação de Proteção Integral em Minas Gerais. Revista Árvore, Minas Gerais, v. 29, n. 4, p. 647-653, 2005.
MAIORANO, L., FALCUCCI, A., BOITANI, L. Size-dependent resistance of protected areas to land-use change. Proceedings of the Royal Society Lond B: Biological Science, v. 275, p. 1297-1304, 2008.
MENEZES, M.O.T., ARAÚJO, F. S., ROMERO, R.E. O sistema de conservação biológica do estado do Ceará: diagnóstico e recomendações. Revista Eletrônica do PRODEMA, Ceará, v.5, n.2, p. 7-31, 2010.
MUTHIGA, N.A. Evaluating the effectiveness of management of the Malindi-Watamu marine protected area complex in Kenya. Ocean & Coastal Management, v. 52, p. 417-423, 2009.
NETO, F. O. L., GORAYEB, A., SILVA, E.D., RABELO, F. D.B. Diagnóstico ambiental e zoneamento funcional do estuário do rio Curu: subsídios para a gestão local e regional. Revista Eletrônica Georaguaia, Ceará, v. 3, n. 1, p. 97-113, 2013.
OLIVEIRA, I. S. R., CABRAL, N. R. A. J. Análise da efetividade de manejo do parque nacional de Ubajara. OLAM, Ceará, v. 11, n.2, p. 56-84, 2011.
QUAN, J., Ouyang, Z., Xu, W., MIAO, H. Assessment of the Effectiveness of Nature Reserve Management in China. Biodiversity and Conservation, v. 20, p, 779-792, 2011.
QUINTELA- FALCÃO, T.O., MORAIS, J. O., PINHEIRO, L.S. Morphodynamics of the Curu Estuary Inlet – Brazil. Journal of Coastal Research, Ceará, v.64, p. 805-808, 2011.
ROY, A.K.D. Determinants of participation of mangrove-dependent communities in mangrove conservation practices. Ocean & Coastal Management, v. 98, p. 70-78, 2014.
SAMPAIO, H. L. Análise Integrada do Modelo de Proteção Ambiental e Gestão das Unidades de Conservação do Município de Paraipaba – CE. 2007. 199 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) – Departamento de Desenvolvimento e Meio Ambiente – Universidade Federal do Ceará, Ceará, 2007.
SATUMANATPAN, S., SENAWONGSE, P., Thansuporn, W., KIRKMAN, H. Enhancing Management Effectiveness of Environmental Protected Areas, Thailand. Ocean & Coastal Management, v. 89, p. 1-10, 2014.
SILVEIRA, A.C., SILVA, A. C., CABRAL, N.R.A.J., SCHIAVETTI, A. Análise de efetividade de manejo do geopark do Araripe – Brasil. Revista Geográfica da América Central, Ceará, número especial, p. 1-15, 2011.
SNUC – Sistema Nacional de Unidades de conservação, 2000. Disponível em . Acessado em 21 de out de 2014.
SOARES, M. O., PAIVA, C. C., GODOY, T., SILVA, M.B., CASTRO, C.S.S. Gestão Ambiental de Ecossistemas Insulares: O caso da Reserva Biológica do Atol das Rocas, Atlântico Sul Equatorial. Gestão Costeira Integrada, v. 10, n. 3, p. 347-360. 2010.
STRUHSAKER, T.T., STRUHSAKER, P.J., SIEX, K.S. Conserving Africa's rain forests, problems in protected areas and possible solutions. Biological Conservetion. v. 123, p. 45-54, 2005.
TUPPER, M., ASIF, R., GARCES, L.R., PIDO, M.D. Evaluating the Management Effectiveness of Marine Protected Areas at Seven Selected Sites in the Philippines. Marine Policy, v. 56, p. 33-42, 2015.
WWF-BRASIL & IBAMA. Efetividade de Gestão das Unidades de Conservação Federais do Brasil. Brasília: Ibama, 2007. 96. p.
Publicado
28/12/2017
Como Citar
SOARES, Marcelo Henrique Viana et al. A interpretação de carta-imagem como proposta para o ensino-aprendizagem de geografia no ensino médio. Geosaberes, Fortaleza, v. 9, n. 17, p. 1 - 14, dez. 2017. ISSN 2178-0463. Disponível em: <http://geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/633>. Acesso em: 18 dez. 2018. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v9i17.633.
Seção
ARTIGOS

Palavras-chave

Cartografia Escolar; Ensino de Geografia; Geotecnologias